O governo não é amigo do pobre

Suspeito que você já tenha ouvido isso diversas vezes. Os apologistas do Estado forte – Paul Krugman do New York Times e Eugene Robinson do Washington Post sendo exemplos recentes – estão convencidos de que simplesmente não existe alternativa aos programas sociais do governo. Sem o governo, as pessoas passariam fome e morreriam nas ruas. Voltaríamos à era da pobreza em massa. Assim, qualquer pessoa que questiona a necessidade dos esforços antipobreza do governo é cruel, desinformada ou ambos.